• A Prado Papelaria agora é correspondente Bradesco!

  • hb-sementes

    hb-sementes
  • IMG-20170911-WA0078

    IMG-20170911-WA0078
Postado por Maurício Gohmes em 01/dez/2017 - 2 Comentários

Rui melhora índices nas pesquisas e ACM Neto acende alerta, apesar de liderar

Foto: Max Haack/ Secom/ PMS

O Instituto Paraná Pesquisas divulgou, ao longo da semana, uma série de pesquisas sobre o cenário político da Bahia. Os números, superficialmente mais favoráveis ao prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), candidato não declarado ao governo da Bahia, mostram que o governador Rui Costa (PT) está em uma posição mais confortável com relação ao pleito do próximo ano. Sim, a liderança de ACM Neto não reflete o quão favorável foi o resultado do levantamento para Rui. A diferença entre ambos em um eventual confronto direto caiu de 30%, em junho, para cerca de 15%, em novembro. Lógico que a simulação de um virtual segundo turno entre eles ainda é um exercício de futurologia. Porém qualquer avaliação que tente cravar o resultado das urnas no próximo ano segue a mesma lógica. Tanto que esse número deveria ser praticamente descartado, apesar de alimentar a sanha da imprensa por pesquisas e dos próprios correligionários, que escolhem pontos de vista particulares para defender – ou reclamar – dos levantamentos. O que deve ser avaliado pelo grupo de ACM Neto é a ascensão da avaliação positiva de Rui, que tem uma administração bem avaliada por 65,7% dos baianos, enquanto em junho o percentual estava em 63 pontos. No mesmo período, o prefeito de Salvador viu a avaliação positiva cair 8,9%, ainda que mantenha índices mais altos. Eram 79,5% de aprovação em junho e agora são 70,8% em Salvador. ACM Neto, inclusive, diminuiu o índice de apoio entre os soteropolitanos que eventualmente sugeriam que ele deveria ser candidato ao governo em 2018. Em junho, 64,9% defendiam a renúncia e agora 57,2% apoiariam. Para completar as notícias pouco agradáveis para o prefeito de Salvador, os candidatos ao Senado que marchariam com Rui também estão liderando a corrida, de acordo com o Instituto Paraná Pesquisas. A menos de um ano da eleição, acreditar em pesquisas é quase o mesmo que crer que o Congresso Nacional está cheio de homens santos. Como não é o caso, realmente é questionável se os números delas mostram algum nível de realidade. Ainda assim, ACM Neto deve acender o alerta: Rui está vivo e será um desafio muito maior do que enfrentar Nelson Pelegrino ou Alice Portugal, os dois últimos adversários do prefeito de Salvador nas urnas. Este texto integra o comentário desta sexta-feira (1º) para a RBN Digital, veiculado às 7h e às 12h30, e para as rádios Irecê Líder FM e Clube FM.

2 Comentários

  1. Pedro disse:

    Kkkkkkkkkkk pesquisa na Bahia nunca reconhece q o Dem vai perder… na eleição de 2014 o ibope Apontava Paulo Souto eleito no primeiro turno com Geddel no senado e as urnas mostraram o contrário… o mesmo aconteceu com Jacques Wagner…. kkkkkk Malvadeza Neto q se cuide… aliado de Temer vai ter muito q explicar em 2018. E eu q achava Dilma ruim…

  2. Marcelo Gomes disse:

    A Bahia hoje diferente de outros estados vive situação impa com dois gestores, Rui Costa no governo do estado ; e ACM Neto na prefeitura de Salvador ,sendo bem avaliados; e fazendo ambos , uma boa gestão frente aos respectivo governo. Claro que o pleito eleitoral está longe , mas de um lado você tem um grupo querendo permanecer no poder , perfazendo assim 16 anos no governo , do outro lado um grupo sedento pra voltar pra o Palácio de Ondina. Favorável a Ruy existe um governo com uma boa capacidade de investimento ,e aliança com o PP de Leão seu vice governador , e o PSD de Otton, claro que Ruy e Wagner terá que conter e acalmar aliados de toda hora ,e saber compor uma chapa majoritária que mantenha unida a base aliada.No entanto do outro lado tem o grupo do DEM tentando se recompor dos recentes escândalos com Geddel ,aliado de primeira hora , e apesar do gênio explosivo ;um grande articulador nos bastidores, e o PSDB baiano que ensaia, mas continua sendo coadjuvante.
    O grupo Denista espera que o tempo de governo e a própria sigla PT seja um fator de desgaste, o número grande de prefeitura que o PT perdeu na última eleição ,e o recall que tem o nome ACM na Bahia como fatores e pontos pra acirrar e embola o próximo pleito.

Deixe o seu comentário!








  • MOÇA BONITA

    MOÇA BONITA

Todos os Direitos Reservados - Desenvolvimento: Marcio Contreras | WhatsApp 7799641685 | www.blogdomarcio.com.br |